Futebol 7 Brasil - Inscreva a sua equipe
ARBITRAGEM

FIF7 investirá em árbitros com experiência na FIFA para desenvolver plano para Futebol 7

Projeto prevê plano de carreira, capacitações e mudanças nas regras do jogo

10/03/2020 12h18
Por: Assessoria de Imprensa
Árbitros europeus durante o Continental Football League na Rússia
Árbitros europeus durante o Continental Football League na Rússia

As regras internacionais de futebol 7 vão sofrer mudanças a partir de abril e a discussão sobre as alterações sera realizada no Brasil na ultima semana de março e primeira semana de abril com a presença dos maiores líderes continentais da modalidade. A necessidade de mudanças se deve ao amplo crescimento do esporte e principalmente a entrada da EMF (Euro Mini Football) dentro da FIF7. A Federação Internacional de Futebol 7 atualmente conta com 42 países filiados e tem em seu planejamento um grande investimento em capacitação de árbitros em 2020.

A FIF7 confirmou que contratará grandes nomes da arbitragem mundial, que já atuaram em Copa do Mundo FIFA de futebol profissional para fazer parte do grupo gestor que irá elaborar um programa de desenvolvimento de capacitação, além das adequações das regras do jogo. A Associação Brasileira de Clubes junto com a Futebol 7 Brasil confirmou que irá contratar os principais árbitros de futebol profissional e de futebol 7 do país para colaborarem no desenvolvimento de um programa que inclui capacitação e plano de carreira para árbitros da modalidade.

O Futebol 7 atualmente e uma modalidade que forma atletas nas categorias de base de grandes clubes europeus, como Barcelona, Real Madrid, Milan, Bayer e Benfica. As Federações de futebol de campo já organizam competições de futebol 7 na iniciação esportiva em diversos países do mundo. As regras oficiais internacionais acabam sofrendo adequações em cada país e o que o novo comitê responsável pelas regras internacionais fara e pensar na padronização pensando no crescimento do esporte.

Entre as mudanças estão a cobrança de escanteio com os pés, já que o futebol 7 e a única variação do futebol de campo que ainda bate escanteio com as mãos, adequações sobre o tempo de bola com o goleiro, dimensões mínimas e máximas do campo de jogo, regulamentação do tipo de calcados, tempo de jogo, número de árbitros entre outras pautas que serão debatidas.

“As mudanças não devem mudar a essência do jogo, mas existem fatos curiosos sobre o futebol 7. Em todas competições internacionais são sempre 02 árbitros em campo, mas em apenas 02 países do mundo (Brasil e México) as ligas usam 02 árbitros, sendo que em todos outros 40 países atualmente associados a FIF7 os jogos são conduzidos com apenas 01 arbitro atuando de dentro de campo. Estamos reunindo grandes especialistas para discutir o tema” afirmou Fabian Canaveris (Uruguai), presidente da entidade até março, período que encerra o mandato e será substituído pelo brasileiro Rodrigo Mendes.