Futebol 7 Brasil - Inscreva a sua equipe
Rabiscando

Emerson Prado explica as diferenças entre sistema e modelo de jogo

Veja como os dois podem fazer o sucesso da sua equipe

Rabiscando

RabiscandoO Blog apresenta informações relevantes sobre treinamentos e aspectos táticos no futebol 7

31/01/2020 16h00
Por: Assessoria de Imprensa 2
Karyna Prado
Karyna Prado

Nesta edição do Rabiscando o técnico do Figueirense/ Paula Ramos, Seleção Brasileira sub 21 e auxiliar técnico da Seleção Brasileira feminina Emerson Prado tratará sobre ‘Sistema de jogo x Modelo de Jogo no fut7’. Confira as dicas do treinador:

“Discute-se muito sobre os esquemas táticos (ou sistema de jogo) no futebol 7: 2-3-1, 3-2-1, 3-1-2, 3-1-1, 2-2-2, 4-2-0, 3-3-0, etc... Mas será que o sistema é tão relevante assim no fut7? Para Guardiola, "Nenhum desses esquemas pode resumir a complexidade do jogo de uma equipe".

Importante destacar que esses números são apenas uma "referência posicional" dos atletas em quadra, podendo a formação mudar com e sem a posse de bola (por exemplo, quando uma equipe marca por zona ou quando ela marca individual, acompanhando seus adversários e, consequentemente, bagunçando a sua disposição espacial).

Esses números não definem exatamente o funcionamento de uma equipe, já que o fut7, assim como o futsal, é um esporte dinâmico, passível de mudanças a todo momento.
"Como uma peça dentro de uma grande engrenagem, que deve estar posicionada no local e da maneira correta, o jogador tem também tem suas funções dentro de todo este conjunto complexo. Ficar parado ali, onde foi treinado, não vai adiantar muita coisa. Essas são chamadas as funções individuais, mais importantes que a posição em si. Elas dão razão ao próximo passo para o bom funcionamento de uma equipe: os comportamentos coletivos."

Escolher o sistema é apenas uma das partes na montagem de um time de fut7. É necessária, primeiramente, uma análise dos atletas do elenco, para, depois, definir como a equipe quer (e se pode) jogar. E aqui entra um importante papel do treinador: conhecer o seu elenco, as posições que seus jogadores atuam, se são polivalentes ou se jogam apenas em uma posição específica”.

Fontes:

-Guardiola Confidencial;
-Renato Rodrigues.