APP - F7B
UNI7 - Treinadores
Transferências

Associação Brasileira apresentou a nova regra de transferência de atletas para a temporada 2020

Novas regras de transferência serão válidas para todas as competições oficiais da temporada

09/01/2020 14h53Atualizado há 2 semanas
Por: Assessoria de Imprensa 2
FIF7
FIF7

Um dos maiores problemas no futebol 7 brasileiro está resolvido. A Associação Brasileira de Clubes de Futebol 7 apresentou as novas regras de transferência de atletas, que serão válidas para todas as competições oficiais da temporada 2020 e que vai mudar a cultura do esporte competitivo a nível nacional.

Atualmente os atletas não criam vínculo com os seus times e chegam a defender diversas equipes diferentes ao mesmo tempo quando se tratam de competições estaduais, nacionais e internacionais. Os times procuravam se reforçar com atletas de outras equipes para competições mais importantes, visando brigar por títulos.

A partir do dia 10 de janeiro de 2020 todos atletas só podem trocar de clube no Brasil uma única vez ao ano, sem direito a retornar ao clube de origem, ou seja, se o atleta deixar a sua equipe e optar defender outra, deverá permanecer até o dia 20 de dezembro de 2020, data que encerra a temporada.

CONFIRA AS REGRAS DE TRANSFERÊNCIA

1 – Não há nenhum tipo de cobrança financeira para a realização de transferências e são válidas para competições oficiais do calendário da Associação Brasileira de Clubes e da Federação Internacional de Futebol 7.

2 – Um(a) atleta só é considerado registrado em um time se ele/ela tiver entrado em campo pela equipe em um jogo oficial da temporada.

3 – Um(a) atleta só poderá trocar para outro time do mesmo Estado entre os dias 01 e 31 de julho.
Obs: Como não houve "meio do ano" devido ao Covid e nenhum campeonato do primeiro semestre foi finalizado até a presente data (15/06) fica estabelecido que os atletas só poderão mudar de equipe à partir de 01 de julho e sem data de encerramento para transferências.

4 – Um(a) atleta poderá se transferir para qualquer equipe de outro Estado a qualquer momento do ano.

5 – Um(a) atleta só poderá se transferir por empréstimo para uma equipe de outro país.

6 – Um(a) atleta transferido por empréstimo poderá retornar ao seu clube de origem no Brasil somente 15 dias após a data do seu último jogo pelo clube estrangeiro.