APP - F7B
UNI7 - Treinadores
INTERNACIONAL

A FIF7 junto com a Federação da Rússia decidem fazer mudanças nos campeonatos mundiais de futebol 7

Necessidade de quarentena ou bolha inviabiliza evento na Europa em 2021

04/01/2021 12h43
Por: Assessoria de Imprensa 2

A diretoria da Federação Internacional de Futebol 7 (FIF7) se reuniu para deliberar sobre o calendário da temporada 2021 e todas as dificuldades para assegurar a realização de eventos internacionais na Europa com o grande número de restrições e exigências por conta da pandemia.

Na Europa a maioria dos países não estão concedendo licenças para eventos internacionais de esportes amadores e tampouco permitem a entrada de delegações esportivas. Em esportes olímpicos ou de futebol os eventos devem seguir rigorosos protocolos de saúde. Atender a necessidade de uma quarentena ou a criar uma bolha com o  local dos jogos dentro do próprio hotel do evento está fora de cogitação no futebol 7.

Os dois principais eventos do ano estão programados para Moscou (Rússia), mas diante da incerteza sobre a possibilidade de concretizá-los devido ao fechamento das fronteiras em diversos países e os rigorosos protocolos estabelecidos que devem durar até setembro, final do verão europeu, o comitê organizador formato por FIF7 e Federação da Rússia decidiu postergar os eventos na capital da Rússia para 2022.

A  FIF7 junto com a Federação Russa decidiram fazer a troca de datas no calendário, postergando a realização dos Mundiais para a Rússia em 2022, trocando as datas programadas com a América Latina, que passarão a receber as edições 2021.

“O mundo está passando por mudanças e o esporte está tendo que se adequar a esta nova realidade. Não é seguro afirmar que será possível fazer um evento internacional de esporte amador no próximo verão europeu e se houver alguma flexibilização será muito próximo do fim do verão, o que impediria os países de conseguirem se organizar a tempo. A decisão de transferir a sede da Rússia para 2022 certamente é a mais prudente e adequada” afirmou Dimitry, presidente da Federação da Rússia.

Os três países candidatos a receber os Mundiais 2021 são Peru, México e Brasil e os eventos devem ser realizados no mês de novembro, quando já existe uma previsão de flexibilização maior e também por conta do clima favorável nesta época do ano nos países latinos. Outra informação confirmada é que haverá redução no número de vagas nas duas competições.  A definição do país anfitrião será no dia 15 de janeiro.

“O ano de 2020 foi difícil para toda indústria do esporte. Estamos no mês de janeiro e existem muitas indefinições até mesmo sobre a Olimpíada deste ano que tem início em julho. Temos que trabalhar com muita prudência para conseguir viabilizar projetos esportivos de grande porte neste período. Um possível cancelamento de véspera nos Mundiais de Clubes ou Seleções pode acarretar um prejuízo acumulado de quase 10 milhões distribuídos entre os países envolvidos. É necessário muita cautela e responsabilidade em todas decisões” afirmou Hugo Loureiro, CEO da FIF7.

Confira a programação dos eventos da temporada 2021

26-28 de Março
Etapa Buenos Aires (Argentina) - Liga das Américas 2020
Adulto (masculino e feminino)

23-25 de Abril
Finais da Liga das Américas 2020

04-06 de Junho
Cancun (México) - Copa Centro-América
Adulto (masculino e feminino)

09-11 de Outubro
Santiago (Chile) - Liga das Américas 2021
Adulto (masculino e feminino)
Sub-09, Sub-11, Sub-13, Sub-15

Novembro
Campeonato Mundial de Clubes 2021
Copa do Mundo de Futebol 7 2021
- País a definir (Peru, México ou Brasil)

TEMPORADA 2022

Copa Sulamericana de Clubes
11-13 de Fevereiro (Florianópolis)

Circuito Europeu de Clubes de Futebol 7 (Julho)
5 Etapas – Itália, Espanha, Portugal, França, Malta

Campeonato Mundial de Clubes (Agosto)
Moscou (Rússia)

Copa do Mundo de Futebol 7 (Agosto)
Moscou (Rússia)