UNI7 - Treinadores
APP - F7B
Por onde anda?

Conheça a história de Tatiane Bueno, campeã Mundial pela Seleção Brasileira em 2018

Tati foi campeã da Copa do Brasil pelo Avaí no início do ano, tendo sido eleita a melhor jogadora do torneio

Por onde anda?

Por onde anda?A coluna resgata grandes atletas que fizeram história no futebol 7 e mostra o que fazem hoje em dia

08/10/2020 11h33
Por: Assessoria de Imprensa 2
Karyna Prado
Karyna Prado

O “Por Onde Anda?!” de hoje conta a trajetória de Tatiane Bueno, campeã Mundial pela Seleção Brasileira e campeã da Copa do Brasil pelo Avaí em janeiro deste ano. A grande atuação de Tatiane na Copa do Brasil lhe rendeu o topo da artilharia e o prêmio de melhor jogadora do torneio. Atualmente, Tatiane joga futebol de campo pelo Athletico Paranaense e também trabalha como personal trainer. A atleta relembrou com carinho as conquistas no futebol 7 e expressou desejo de voltar a atuar pela modalidade. 

"Comecei no time da escola aos 9 anos jogando futsal e depois, aos 11, comecei a jogar e treinar campo com um time masculino no bairro em que eu morava. Com 15 anos passei a jogar na categoria feminina e em paralelo voltei para o futsal, onde joguei por 12 anos. Durante dois anos diminui consideravelmente os treinos e jogos, e em 2018 voltei a jogar e conheci a Futebol 7 Brasil.

Os times que eu jogava participaram das competições que a mesma organizava e, no mesmo ano, tive o prazer de ser convocada para disputar a primeira Copa do Mundo pela Seleção Brasileira, sagrando-se campeã. Sou muito grata a essa modalidade e a tudo que a Futebol 7 Brasil, o Hugo e seus colaboradores fazem para deixar o futebol 7 feminino no mesmo nível do masculino e até mais.

Além da conquista da Copa do Mundo, outro momento marcante foi a Copa do Brasil no início de 2020, onde tive o prazer de sair com o título e de quebra dois títulos individuais (artilharia e melhor jogadora da competição). Mais uma vez a Futebol 7 Brasil deu um show de organização e respeito a modalidade.

Agora estou encarando um novo desafio e voltei a jogar futebol de campo. Atualmente jogo no Athletico Paranaense. Além dessa atividade sou personal trainer, mas tenho a pretensão de voltar a jogar futebol 7.

Tenho uma filha de 10 anos que já treina futsal (Beatriz). Engravidei dela aos 19 anos, joguei grávida durante três meses, e 35 dias depois dela ter nascido voltei a jogar futsal. Ela sempre ia aos treinos e viagens de jogos. Minhas comemorações com o dedo na boca sempre são em homenagem a ela, minha motivação diária”, contou.