Copa Sul 2021
APP - F7B
Papo com o gestor

Conheça a história de Alex Neves, treinador e gestor do Avaí (SC)

A equipe está garantida na Liga Fut7 e Campeonato Catarinense

08/07/2020 22h23
Por: Assessoria de Imprensa 2
Guilherme Becker
Guilherme Becker

Um dos maiores clubes do Futebol 7 Brasileiro, o Avaí se prepara para a continuação da temporada 2020. A equipe que já chegou ao vice-campeonato mundial em 2017 conta com a experiência do treinador e gestor Alex Neves, o Lelê. Desde 2010 no comando do Leão da Ilha, Lelê acumula muita história, respeito e títulos com o clube.

A história do gestor com o Futebol 7 começou antes, em 2005, como jogador. “Eu comecei a jogar Futebol 7 em 2005, após atuar 11 anos no futsal catarinense. Em 2006, eu e meu amigo Berretta montamos um time de amigos, que haviam largado o futsal para jogar apenas competições de Futebol 7. Em razão das inúmeras lesões, acabei assumindo o papel de treinador da equipe”, conta Alex Neves.

A história de Lelê com o Avaí começou em 2009, com a primeira Copa Sul disputada em Apucarana (PR). Mas foi em 2010 que o gestor assumiu o clube. “O Avaí teve quatro gestões. A primeira foi da tradicional Supersul, projeto do qual fiz parte como atleta. Depois, o projeto passou rapidamente por outras duas gestões que logo não deram certo e terminaram. Na metade do ano de 2010, apresentamos um projeto aos conselheiros do Avaí FC e firmamos um contrato oficial como representante do clube em todo território nacional, que dura até os dias de hoje”, ressalta.

A expectativa para a temporada 2020 é uma das melhores para o Leão. A equipe é jovem, mas cheia de talentos, que levaram a equipe às semifinais da Copa Sul. “No meio do ano de 2019, muitos atletas que conquistaram inúmeros títulos com o clube resolveram parar de jogar competitivamente. Apesar do pouco tempo, montamos um time competitivo que conseguiu chegar às semifinais da Copa Sul, perdendo somente para o campeão Corinthians. Em 2020, mantivemos a base. Sabemos do alto nível das competições da Futebol 7 Brasil, mas como em qualquer competição que entramos, vamos em busca do título”, afirma Lelê.